De Deus: Caminho ou Centro?

by - 22:16



A partir dessa semana, todas as sextas (ou quase todas hihi) é dia de texto pro público cristão do blog, na seção De Deus. É claro que se você não é cristão está convidado a ler os textos dessa tag também mas, se não quiser, é só navegar entre as nossas outras categorias.



Quando os tornamos cristãos vêm no pacote tranquilidade em relação ao futuro. Sabemos bem pra onde vamos, temos promessas de que vamos receber tudo o que pedirmos a Deus em nome de Jesus e afins.
Tenho que confessar que me tornei um pouco mimada. Boa parte do que peço pra Deus ele me dá, de coisas grandiosas a algumas besteiras cotidianas. Cheguei a um ponto de ficar murmurando sempre que Deus não me dá algo que pedi. Falo no presente mesmo, por mais que hoje eu tenha consciência do meu pecado e tenho orado e me esforçado pra mudar, canso de me pegar fazendo isso.
Daí que outro dia estava assistindo a pregação do pastor Vinícius Zulato na Lagoinha pela Rede Super e ele pregava sobre a igreja de Corinto, onde os cristãos haviam perdido a referência de Cristo como o centro. Quando nós ouvimos sobre essas histórias das igrejas antigas sempre pensamos: “Nossa, que horrível;”, “Eu nunca faria isso.”, entre outros pensamentos que sempre tiram o nosso da reta. Pois é, eu fiz o mesmo.
Tenho o costume de me auto examinar sempre que ouço sobre o pecado de alguém, pra ver se não encontro ele na minha vida e dessa vez não fiz diferente, mas, obvio, não encontrei nada do tipo. Na hora da oração pós palavra eu simplesmente comecei a falar com o Pai, meio sem direção certa e o Espírito Santo começou a falar comigo, me fazendo perceber algo que eu não tinha percebido antes: eu tirei Jesus do centro e passei a usá-lo como caminho pra alcançar o que estava no centro, que eram as minhas vontades e os meus sonhos.
Depois que terminei meu momento com Deus, falando a respeito disso, ele me fez perceber que isso acontece com frequência no meio cristão. Nós temos em mente que não podemos nos afastar de Jesus porque se fizermos isso, não iremos pro Céu, ou não vamos conseguir a cura que queremos, ou não vamos conseguir entrar na faculdade que queremos, é como se Jesus fosse uma credencial pra entrar em eventos, sabe? Mesmo que amemos a Cristo, não o servimos por o amar, mas sim pra ter os benefícios que esse amor traz.
Pra que você perceba a gravidade disso, é só lembrar que tudo o que colocamos no lugar que deveria ser de Jesus, ou seja, o centro de nossas vidas, é um ídolo e Deus repudia os ídolos.
Vou fazer pra vocês o mesmo convite que o Pr. Vinícius fez aquele dia: Que você ore diversas vezes durante essa semana pedindo pra que o Espírito te mostre o que tem tomado o lugar central da sua vida e, uma vez que ele te revele, peça pra que Deus destrua esses ídolos e restitua esse lugar ao único que o merece: Jesus!



You May Also Like

0 comentários

Deixe aqui sua opinião sobre esse post, ela é muito importante!

*Lembrando que eu irei respondê-lo assim que possível, portanto volte nesse post para ver a sua resposta!

* Comentários Anônimos não serão aceitos. Não custa nada se identificar, não é mesmo?!

Licença Creative Commons
Carô de Caroline Frizeiro está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.carolinefrizeiro.com/.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://www.carolinefrizeiro.com/p/contato.html.
É importante informar que este blog contém imagens extraídas de sites de busca, não tendo sido encontrado o proprietário das mesmas. Se você possui direitos sobre qualquer imagem aqui contida por favor entre em contato para pedir a remoção ou créditos. Seu pedido será imediatamente atendido. Obrigada.