/* Analytics -----------------------------------------------*/ /* Pinterest Verified -----------------------------------------------*/

1 de agosto de 2016

Aleatório #2: Julho e a escolha do que nos afeta

Aparentemente eu perdi o controle sobre esse blog e os posts simplesmente resolveram exigir nascer. Tal qual o último, esse tema foi me encontrando de diversas maneiras ao longo do mês e deu seu grito definitivo exigindo ser feito texto no dia 31.
Julho foi um mês um tanto confuso. Foi um mês de aprender a lidar com sentimentos. Foi um mês de surpresas boas. Foi um mês de dúvidas (definitivamente foi um mês de dúvidas). Não posso fazer aquela fabulosa listinha que fiz no último post aleatório porque os highlights do mês foram profundamente íntimos e/ou envolviam outras pessoas. Mas posso destacar:

  • muitas festas de aniversário (e muitos salgadinhos, ainda bem)
  • muita meditação (aliás, preciso fazer um post sobre isso)
  • mais Gilmore Girls do que eu esperava
  • mais snaps (carolfrissan) mostrando a cara do que de costume, inclusive um cantando
  • muita dança
  • muitos Twinnings de limão

Julho foi um mês de bastante introspecção e de descobrir coisas sobre mim. Olhando pra dentro, desenhando, assistindo a um filme ou lendo algum texto eu descobri tanta coisa sobre mim, recebi tantas respostas. Foi louco. Uma dessas coisas que descobri foi que tudo o que nos afeta é porque, em algum momento, recebeu nossa permissão.
Pensa só. Se alguém nos decepciona, é porque confiamos em algum momento. Se alguém nos magoa, é porque depositamos nela nosso afeto e expectativas. Se alguém nos irrita, é porque escolhemos dar atenção ao que aquela pessoa fala. Nessa, eu descobri esse poder incrível que nós temos, de escolher o que vai nos afetar.
Nem sempre vai dar certo. Às vezes a gente vai se apaixonar, sem querer, por um cara que não corresponde. Ou uma amiga que sempre foi ótima, vai ter uma atitude inesperada. Ou algo que parecia que ia dar muito certo, simplesmente não dá. Mas o quanto pudermos tomar o controle, que o façamos.
Falo isso porque esse mês vi pessoas se irritarem de maneira exaustiva por motivos imbecis. Porque eu tive a oportunidade de me irritar de maneira exaustiva por motivos imbecis e escolhi não ganhar mais rugas. Porque tenho aprendido a aceitar meus estados emocionais. Porque tenho escolhido em lugar de me irritar por ter tido mais uma crise de ansiedade, tirar 10 minutinhos pra meditar, dançar ou desenhar.
Porque nesse ultimo dia do mês fui assaltada e - depois de chorar horrores, claro - escolhi agradecer pelo que foi poupado, escolhi não sentir raiva dos meninos que me assaltaram. Escolhi lidar com tudo de maneira serena (e usando referências de Girls in The House, é claro) e acabei sendo presenteada com a capacidade de ver mais beleza em tudo e sentir mais gratidão do que nunca.
Assuma o controle.

Vamos aos links desse mês (que não são poucos):










Acho que sobrevivemos a mais um mês e esses posts continuam ficando enormes. Ah, e agosto tem algo parecido com  BEDA por aqui. Conto com as orações de vocês pra chegar ao dia 31 sem ter que fazer um texto pedindo desculpas. 
https://www.facebook.com/groups/SOTMB/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo