/* Analytics -----------------------------------------------*/ /* Pinterest Verified -----------------------------------------------*/

14 de janeiro de 2016

A importância de respeitar os Bad Moments



Eu sempre fui uma pessoa muito feliz. Poucas coisas eram capazes de me deixar triste por muito tempo e eu era aquela irritante pessoa que não importa o momento ruim que estava vivendo sempre rindo (não sorrindo, rindo mesmo) e ainda tinha uma palavra otimista pra dar. Nunca foi uma coisa a qual eu me dedicasse, era algo absolutamente natural e eu sempre me orgulhei muito disso.
Até que em 2014 eu passei por uma série de momentos ruins e enfrentei uma espécie de depressão – pretendo abordar esse assunto mais profundamente por aqui, então não vou explicar muito – mas passei a fazer terapia, tomar remédio e conviver com uma tristeza quase inexplicável e constante.
O que mais me irritava nessa situação toda era que eu não admitia estar triste. “Como assim eu, a pessoa mais feliz que eu conheço, estou triste?”. Minha psicóloga já havia me advertido sobre isso, mas quando fui relatar pra pastora da minha igreja ela me chamou atenção contando um caso pessoal e meio que foi aquele momento em que o vidro quebra e a verdade aparece e parei de me forçar a estar feliz e respeitei esse momento de tristeza que logo foi perdendo intensidade, enquanto eu me concentrava em outras coisas.
Desde então percebi quão é importante você viver aquela situação de tristeza e não evitar, postergar ou lutar contra ela. Não falo sobre se entregar a tristeza e fazer da sua vida um filme dramático, mas alguns momentos tristes são importantes pro nosso amadurecimento, crescimento e fortalecimento.
Inevitavelmente absolutamente tudo passa, assim como um momento de intensa felicidade que você teve outro dia, a tristeza também passa. Tudo é uma fase e uma hora vai acabar e enquanto não acaba você tem duas opções: 1- Ficar lutando contra isso até se cansar e ficar frustrado. 2 – Respeitar esse momento e tirar o melhor dele.


Yoga Jones: melhor ser humano.


Quanto a respeitar e tirar o melhor das fases tristes, tenho três dicas. A primeira é viver intensamente essa tristeza por algum tempo. Sabe quando você tem que tomar um copo de um remédio ruim? Você pode ficar tomando de gotinha e gotinha e fazer esse momento durar pra sempre ou virar o copo e fazer acabar mais rápido. Lide com a tristeza dessa forma. Ela está ali em um copo e pra ela acabar, você precisa bebê-la ou vivê-la. Eu prefiro acabar com ela em pouco tempo, então vivo intensamente por pelo menos um dia. Se joga nos filmes e na musicas tristes, chora o Tietê inteiro. Mas não estenda isso mais do que deve, poucos dias são o bastante.



A segunda dica é focar nas coisas boas que essa fase trouxe. Porque sim, toda fase ruim traz uma coisa boa. Elas nos ajudam a não cair nos mesmos erros, estruturam algumas áreas da nossa vida, vão nos ajudar a não sofrer da mesma forma se passarmos pela mesma situação lá na frente e, o mais importante, nos ajudam a dar valor as fases boas.


Dos aprendizados da vida: esquivar dos panfletos, digo, erros.

Por fim, pra ajudar a fase ruim a ir embora mais rápido (no sentido de acabar com o conteúdo do copo e não evitar bebê-lo, hein), se concentre em outras coisas enquanto ela está rolando. Sem lutar contra ela, gaste tempo fazendo coisas que você gosta, descobrindo novas coisas e quando você menos esperar, vai estar cheia de felicidade de novo.



4 comentários:

  1. Eu espero que essa sua fase já tenha passado. Sim, temos que respeitar ate os nossos momentos de fraqueza. Somos humanos e precisamos de um abraço, carinho e atenção. Super ótimo o seu post, parabéns pela iniciativa. Pode apostar que eu volto pra ler sobre a sua depressão. Ah, e aproposito, nunca vi um blog com gifs tão divertidos hahaha

    mibefranca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mibe! Já estou bem melhor, sim. Mas foi uma fase bem importante pra absorver essas lições e evoluir como pessoa. Vou ficar te esperando de volta então, hein.
      Eu sou viciada em gifs, se deixar coloco milhares em todos os posts. haha

      Muito obrigada pelo carinho e pelo comentário. <3
      Beijão.

      Excluir
  2. Nossa que post incrível. Eu ando muito triste a quase um ano e eu já não sei o que fazer para que isso passe logo, e esse post me ajudou a cair um pouco na real. Eu imagino como foi pra você está feliz o tempo inteiro e depois descobrir que algo não está no lugar. Eu sempre tentei fingir que não estou triste, fingir que algumas coisas ainda não me incomodam e talvez esse seja meu erro. Vou seguir suas dicas. Adorei!

    www.brendacaroline.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brenda, sua querida. Infelizmente essas situações de tristeza inexplicável se manifestam com mais frequência do a gente gostaria e poder te ajudar nesse momento, mesmo com um post tão simples, me encheu de alegria e motivação.
      Vou ficar torcendo aqui pra em breve você vir comentar que já está melhor e cheia de alegria, hein.

      Um beijo enorme. <3

      Excluir

Deixe aqui sua opinião sobre esse post, ela é muito importante!

*Lembrando que eu irei respondê-lo assim que possível, portanto volte nesse post para ver a sua resposta!

* Comentários Anônimos não serão aceitos. Não custa nada se identificar, não é mesmo?!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo