/* Analytics -----------------------------------------------*/ /* Pinterest Verified -----------------------------------------------*/

31 de agosto de 2017

O Tito, a Isa e a beleza de todo dia

Um dia a Sharon Smith indicou um canal que ganhou meu coração pela originalidade e por ser muito divertido. Chama Eventos Aleatórios de um menino chamado Tito Melo. O plano era fazer um post só indicando o canal, mas quem seria eu negando uma oportunidade de um textão, não é mesmo?
Toda semana o Tito lança um vídeo que é basicamente um compilado de fatos que aconteceram com ele ao longo da semana. Diferente do que se pode pensar, a vida do Tito não tem nada de extraordinário, o que ele faz de extraordinário é dar destaque pra eventos da vida cotidiana, que eu e você poderíamos tranquilamente viver.
Nesse aspecto, o canal do Tito me lembra meu canal preferido da vida, que eu vivo falando por aqui, que é o da Isa Ribeiro. O que me atraiu para o universo que a Isa apresenta, principalmente através dos vlogs, é exatamente a capacidade de mostrar a beleza de um dia comum, de uma vida comum. Mais do que identificação, ambos oferecem reflexão e, quem sabe, uma mudança nas nossas posturas.
Quantas vezes já vi gente falando que sua vida não era interessante, “quem vai se interessar na minha vida” ou qualquer coisa do tipo, o que soa bastante estranho em um país onde um dos programas de maior sucesso consiste em ver 14 pessoas vivendo a vida cotidiana dentro de uma casa, né? Antes de falar sobre o fascínio que temos pela vida alheia, queria falar sobre o fascínio que deveríamos ter pela nossa vida.
A vida toda nos enchem de role models de ideais que deveríamos alcançar, de vidas melhores que a nossa que deveríamos buscar, que acabamos nunca nos satisfazendo e olhando como é lindo o que estamos vivendo hoje e agora. Ainda que você não reconheça nada de extraordinário no seu dia, tenho certeza que tem algo pra apreciar agora mesmo.
É a vida corrida, algumas frustrações, probleminhas que enfrentamos, excesso de informação e tecnologia e aí a gente esquece de sentar e contemplar. Na verdade é quando está tudo dando muito errado que a gente acaba percebendo essas pequenas belezas, mas quando tudo volta a dar certo a gente logo esquece.
O que o Tito e a Isa fazem é virar a lente das suas câmeras pros eventos do dia a dia e aí fazer a gente perceber a beleza. O que nos falta é escolher virar as nossas lentes pros eventos dos nossos dias e aí perceber a beleza. Bora, quando acabar de ler esse post fazer uma lista de tudo que há de lindo nosso dia, razões para sermos mais que gratos.
Se tiver dificuldade, começa percebendo como é maravilhoso ter uma cama, pessoas do bem a sua volta, acesso à internet. Volta os olhos pra maneira que o sol toca as coisas no seu caminho, alguma gracinha do seu bichinho de estimação e/ou de alguma criança. O abraço quentinho de uma pessoa que você gosta, assistir seu programa preferido na TV, ter tempo pra descansar, o barulhinho da chuva e o privilégio de ter um teto te protegendo dela. Eu juro que poderia fazer uma lista eterna aqui.
Complementando esse texto, lá no canal eu falei sobre como ser feliz é simples:



Pra te inspirar, enquanto escrevia esse texto lembrei de uma música da Lorena Chaves que sempre me ajuda a ser mais grata pela beleza do dia a dia. Que a gente também acorde pra reparar o que há de bom e se perca em todos os detalhes.

25 de abril de 2017

Pra ser feliz agora


Não sei de onde veio essa teoria, mas já repararam que a gente projeta toda nossa realização no futuro? Quando tal coisa acontecer, eu faço. Quando essa situação se resolver, eu vou. Quando tudo isso mudar, eu vou ser feliz.
E agora, o que estamos fazendo?
É muito bom planejar, ter sonhos, metas, objetivos... Eu adoro gastar tempo viajando sobre o futuro, sobre as coisas que ainda quero fazer ou viver. Fazer planos de ação não só é gostosinho e instantaneo criador de quentinho no coração, como é uma ferramenta prática pra gente chegar lá. Mas não dá pra viver no mundo das ideias pra sempre.
Eu ouço muito falar sobre passado, sobre se desprender dele, sobre perdoar e deixar o que ficou pra trás e todo mundo que fala isso tá bem certo sim. O passado é um vilão quando tentamos focar em ser felizes, mas não é o único. O excesso de apego no futuro anda bem juntinho dele.
Conforme eu tenho estudado mais sobre espiritualidade e desenvolvimento pessoal, eu finalmente entendi algo que a gente já deveria nascer sabendo, o conceito de agora. Junto dele uma revelação que pra mim foi bombástica: o passado e o futuro não existem!
Sério, vocês já pensaram nisso?! Foi uma reflexão completamente mindblowing pra mim. Basicamente tudo, incluindo passado e futuro só existem no presente, no agora. O passado só existe na nossa mente quando lembramos dele no agora. O futuro quando é planejado é no agora e quando a gente finalmente alcança ele, se torna agora. Como eu não tenho lá muita autoridade pra explicar esse conceito mais aprofundadamente, vou deixar uns links no final do post, certo?
Mas voltando ao que eu quero falar nesse post, se tudo o que existe é o agora, porque depositar tantas expectativa no futuro e não tomar a decisão de depositar sua felicidade toda no presente? Porque sim, é uma decisão. Olha pra tudo o que você possui hoje, tudo o que já conquistou.
Talvez nem pareça que você tem muito, mas olha, tem tanta coisa pra ser grato que só tá carente da nossa atenção. Talvez pareça que está tudo dando errado, mas só parece que deu errado porque o foco está na coisa errada: aquilo que ainda não é. Aquilo que já é está dando certissimo.
Focar no que não é, no ainda vai ser é uma armadilha sem tamanho. Nessa corremos o risco de nem perceber que o que queríamos já aconteceu ou ficarmos frustrados quando acontecer e nos darmos conta de que nem era tudo isso, afinal acontecimento nenhum pode trazer felicidade instântanea.
Tem uma frase bem clichezona – amo frases clichês, me perdoeem – que resume todo esse post: a vida não é sobre o destino, mas sobre o caminho até ele. Você tem seus objetivos e sonhos e eu realmente quero que você planeje a sua viagem até eles e gaste algum tempo sonhando com a chegada, mas gaste o triplo desse tempo olhando a paisagem da estrada.
Olha pro presente, seja grato por tudo o que já existe nele e escolha a felicidade que já está disponível pra você.

Como prometido, recomendo antes de qualquer coisa a leitura do livro do Eckart Tolle, O Poder do Agora. Tem um resumo bem legal dele feito pelo canal Ilustradamente: 


Tem também esse vídeo da Gisela Valin:


Mais links, vídeos, sugestões de leitura e um monte de agradinho pro coração tem sabe onde? Na nossa newsletter! Só assinar aqui nesse link (http://tinyletter.com/carolinefrizeiro) que logo um monte de coisas ótimas vão passar a chegar na sua caixa de e-mail.

31 de março de 2017

Alinhando Propositos



Não sei se vocês repararam, mas toda a blogosfera oldschool – eu incluída – tem sumido com frequência e em todos os textos que justificam esses sumiços uma única explicação: “eu estava questionando se o blog ainda faz sentido na minha vida”.
Particularmente, eu estou numa fase de introspecção e busca por quem eu sou. Tenho estudado muito, pensado muito, orado muito, meditado muito e, basicamente, nada que não esteja alinhado aos meu propósito, que não faça sentido pra quem eu sou hoje, tem encontrado espaço na minha vida. E você pode pegar qualquer crença pra justificar, pois todas parecem ter explicações pra esse momento. Ou seja, estamos todos nessa mesma vibe.
Pra mim não faz sentido manter um espaço pra falar de vida universitária quando eu estou a poucas páginas de tcc de encerrar a minha, por exemplo. Mas sabe o que faz muito sentido? Eu compartilhar aqui o que ando descobrindo e acreditando por aí. Afinal, ali na descrição, eu conto que eu quero esse blog siga todos os momentos da minha vida.
Eu sempre fui apaixonada pelo tema felicidade, porque sempre foi abordado de uma maneira muito misteriosa. Sempre li muito sobre o tema e descobri o fundamental: felicidade é a coisa mais simples do mundo! E, bem, eu não consigo ficar guardando isso pra mim. Então a partir de hoje o propósito maior desse blog é espalhar a felicidade.
Vai ser um blog pra mim mesma? Muito! Porque eu ainda questiono coisas e fico na bad uns dias, porque é normal, né? Nesses dias, quero poder abrir aqui e ler altos conselhos dados pela Carol do passado. Vou continuar falando besteira sobre outros temas aqui? Claro, com certeza, certamente. A nossa listinha de categorias continuará sendo abastecida.
Talvez se eu não fizesse es post, vocês nem perceberiam a alteração do foco, até porque felicidade já é um tema recorrente aqui. Agora, inclusive, to questionando a necessidade desse post. Mas ele já está escrito então será publicado.
Vou chamar esse novo momento de Projeto Feliz Agora, porque quero que ser feliz agora, nesse minutinho e no seguinte também, seja nosso maior projeto em execução. A partir de agora tem até uma abinha ali em cima que te direciona pra todos conteúdo desse projeto postado aqui.
Ah! Agora também temos uma newsletter. Se você assinar, vai receber periodicamente no seu e-mail um monte de conteúdo pra deixar seus dias mais felizes. Texto, links, gifs de bichinho, vídeos e o que mais couber. Pra fazer parte da nossa listinha é só acessar http://tinyletter.com/carolinefrizeiro e se inscrever. 




31 de janeiro de 2017

Sobre perfume artesanal

Eu sou apaixonada por perfume. Queria ser daquelas pessoas que tem um cheiro marcante de um perfume só, mas não consigo porque to sempre comprando perfumes novos. Gosto de combinar a fragrância com o dia, como o mood, com a ocasião. Então vocês já devem imaginar que eu adorei quando a Infinito me enviou uma de suas fragrâncias pra que eu conhecesse.


Eu amo tudo o que segue essa ideia de artesanal, de produção em menor escala e cuidadosa, feita de gente pra gente, sabe? E foi que me chamou a atenção na marca.
Gostei de ver o carinho que é aplicado em cada etapa. A essência é encomedada e toda mistura é feito pelo próprio Luís, dono da empresa. Eles tomam cuidado de manter os frascos bem simples e objetivos e até as embalagens seguem essa mesma proposta, simples e artesanal.
Recebi a fragrância número 29 que, de acordo com a página da Infinito, tem notas de topo de Tangerina, Açafrão e Tomilho, notas de coração de Lírio, Orquídea e Ylang Ylang e notas de fundo de Fava Tonka, Baunilha, Pau-brasil e Musgo de Carvalho. É um fragrância suave, mas ao mesmo tempo marcante, cheiro de mulher poderosa, sabe?
Achei a fixação bem boa também, dura tranquilamente umas 6 horas ou mais na pele. Só achei que o cheiro não espalha muito, o que não sei se é característica da fragrância que recebi ou das demais da marca. Mas é uma questão de preferência.
Tenho costume de dividir perfumes pro dia e perfumes pra noite e esse tem transitado tranquilamente entre os dois momentos. Foi pra minha seleção dos favoritos.
Cada perfume custa R$ 60,00, 100ml, o que é bem barato se a gente considerar a produção envolvida, a qualidade e os preços que vemos normalmente por aí. Se você quiser conhecer mais da Infinito, acesse a página deles no facebook que além da descrição de cada produto, tem umas dicas bem legais de uso de perfume.

Este é um publipost. Isso significa que a marca me enviou o produto pra que eu conhecesse e testasse, mas as opiniões aqui registradas são pessoais e verdadeiras.

12 de janeiro de 2017

Oi 2017



Eita 2016! Acabou né... um ano intenso, turbulento e que em muito nos testou. Foi um ano que, sem perguntar, mediu nossa capacidade de lidar com a bagunça que a vida pode ser. Se tem uma palavra pra esse ano, essa palavra é “eita”, definitivamente.
Quando me perguntam sobre o meu ano eu sempre respondo que foi cansativo, porém ótimo. A sensação é que vivi uns 1000 dias em uma semana, afinal o ano passou correndo por mim.
Eu amo o planejamento de início de ano, fazer lista de objetivos e afins, mas ano passado resolvi não fazer. Em lugar disso, fiz uma lista de gratidão com 15 coisas que eu tinha pra agradecer daquele ano e publiquei aqui, junto com as poucas e quase abstratas expectativas pro ano que estava começando.
Fui reler o post essa semana e percebi que havia achado a lista bem boba, as conquistas era coisas quase pequenas, se compararmos ao que escrevi na lista de resoluções daquele ano. Aí parei pra fazer a lista de 16 coisas boas de 2016 e bem, nunca fiz uma lista tão rápida e tão grandiosa. A maioria das coisas são bem pessoais e prefiro não publicar aqui. Mas tudo o que eu pedi foi “aprender mais, me aproximar ainda mais de Deus, viver rodeada de amor e ser feliz todo dia” e recebi isso vezes 1000. Pra muitos vai ser estranho eu dizer isso, mas 2016 foi um dos melhores (senão o melhor) ano da minha vida até hoje.
Essa semana tava conversando com um amigo sobre planejamento e falei, sem nem pensar “não planejei nada pra 2016 e ele foi o melhor ano da minha vida até hoje”. Na hora veio um estalo. É isso!
Não tem como viver sem planejamento, mas um ano é um espaço de tempo muito grande e sempre chegamos no dia primeiro com um caminhão de expectativas pesado demais pra ser carregado. Não tem espaço pro inesperado, não tem espaço pra surpresa e, muitas vezes, é no que a gente não espera que moram os itens da lista de grandes feitos do ano. A minha lista, por exemplo, inclui uma quantidade absurda de mudanças de planos, convições e boas surpresas.
Pra mim, 2016 foi um ano de autoconhecimento, de abertura de mente, de expansão do conhecimento. Foi uma ano de vivência, de conquista, de descoberta, de muita coisa acontecendo ao mesmo tempo o tempo todo. Eu havia dito a algumas amigas que eu iria dar um suspiro e dizer ufa, quando o ano acabasse, fiz isso sorrindo ao olhar pra trás e ver um ano que certamente será lembrado com carinho por toda a minha vida (mesmo com o tanto de merda acontecendo no âmbito mundial-nacional).
Agora 2017 me preocupa, porque chegamos esperando muito dele e, por isso, tento me forçar a não esperar nada. Sigo planejando o dia, a semana e até o mês, mas deixando espaço pro inesperado vir e até mudando os planos quando necessário. O que eu espero é que 2017 seja o que ele quiser ser, que ensine o que ele quiser ensinar. Só quero chegar ao fim do ano suspirando sorridente.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo